Analisando a entrevista de Keanu Reeves para Vogue

Por: Denise

Vamos analisar alguns trechos da mais recente entrevista de Keanu que foi concedida para revista Vogue da Espanha. Se você quer ver a entrevista completa e traduzida, só clicar AQUI.

14606416_1141662379262043_2039309577875698371_n

Análises:

1. “Quando nos conhecemos Alexandra?….”

Foi tão agradável saber como Keanu e Alexandra se conheceram. Normalmente Keanu não fala de sua vida pessoal e vê-lo num momento tão aberto, nós contando como conheceu Alexandra, foi maravilhoso. Que a amizade dos dois permaneça e resulte em mais projetos artísticos. 

2. “Não tenho casa para te oferecer, porém pode sempre que queira ficar na minha sombra”

Impactante, como diria Keanu. Me sinto feliz e agradecida por Alexandra ter compartilhado conosco uma frase do escritor Malcom Lowry, que carrega tanta sensibilidade e altruísmo. Desprendimento esse feito por pessoas com almas  apaixonadas, amigas ou familiares. Acredito que caiba bem nessas três possibilidades. Linda e emotiva a frase.

3. “Era um bebê grande, estava encaixotado e tinha as pernas torcidas. Nasci literalmente torcido”. 

Foi a primeira vez que ele revelou esse detalhe. Keanu realmente era um bebê grande. E o fato de ter nascido com as pernas torcidas explica seu jeito de andar e correr tortos. Mas que acabou virando um charme. Tudo nele, vira um charme. rs

4. “Desde menino, encantava-me Mércurio – personagem de Romeo e Julieta, peça de Shakespeare – gostava do jeito de ser um idiota que se sacrificava pelos outros. Sempre me senti atraído por isso, embora não seja assim, porém me encanta a ideia”.

Interessante ele falar que não é assim. De longe ele parece ser uma pessoa bem altruísta. P.S: Não considero pessoas assim idiotas. São únicas. 

5. “Cheguei ao um lugar novo que comecei a contemplar minha morte. E hoje aos 52 , eu tenho assumido como feito e tenho começado a preparar-me para ele…”

Quando algumas pessoas [digo algumas pessoas, porque nunca se deve generalizar nada] chegam a uma certa idade começam a pensar em sua morte. Keanu parece ser uma dessas pessoas. Se você for ser realista é até um pensamento natural. Se viveu muito e é hora de se preparar para o fim. Mas é triste saber que um homem de 52 anos tão vivo e energizante pense que seus caminhos terminaram, que não a novos caminhos para percorrer e é hora de preparar-se para sua morte. A morte é uma certeza para todos, mas seu momento incerto. Podemos morrer daqui 1 minuto ou durar até os 100 anos de idade. Nunca poderemos prever o que acontecerá conosco. É triste saber que ele pensa assim. Você não sabe o que te aguarda Keanu… Nenhum de nós sabe. 

6.  “Que arte é para se protestar  e que arte é para se manter dormindo os que estão dormindo?”

Finalizo com essa. Que arte é para protestar e que arte é para manter dormindo os que estão dormindo? Reflita 

por keanubr

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s