The Bad Batch | Novo filme de Keanu Reeves recebe clip e resenhas

Por: Denise

O filme “The Bad Batch” estreou no Festival de Veneza e conseguiu chamar atenção. Independente de ter virado queridinho dos críticos ou não… Uma certeza sobre esse filme é que ele despertou interesse em todos. Tanto é que recebeu críticas nos principais sites dos EUA. O filme foi comparado a Mad Max 2 (1981) e A Garota de Rosa-Shocking’ (1986). A diretora Ana Lily Amirpour foi descrita como o novo Tarantino. 

Mas o que nós queremos saber é de KEANU. Como ele está, qual o seu personagem enfim… O filme é divido em aldeias ou grupos e Keanu comanda a “comunidade” chamada Comfort. Ele é conhecido como “O Sonho”, mas esse sonho está longe de ser bonito ou romântico. Prepara-se ai para ver mais um “vilão” de Keanu Reeves.

Abaixo você verá as críticas que o filme recebeu, coloquei apenas os trechos onde Keanu foi mencionado, mas só clicar no nome do site e você poderá ler a crítica completa:

VARIETY 

Deixados à própria sorte neste deserto árido, esses excluídos formaram suas próprias divisões sociais. Enquanto aqueles na ponte sobrevivem com o canibalismo e ferro de bombeamento agressivo, membros da chamada comunidade Comfort vão para o hedonismo alimentado pelas drogas, liderado por um comunitário de bigode Rockwell (a amplamente leering Keanu Reeves ).


THE HOLLYWOOD REPORT

O filme enfraquece um pouco devido ao traçado instável e fundição questionável é em cenas durante o qual Arlen se infiltra na comunidade de luxo a partir do qual o líder da seita conhecida como The Dream (Keanu Reeves) controla Comfort. Isto começa com um longo discurso sobre, de todas as coisas, o significado político da gestão de águas residuais. (Para sua vantagem, o filme em outros lugares na maior parte mantém o diálogo a um mínimo.) Mas enquanto Reeves parece estar se divertindo em seu traje Elvis-meets-Engelbert Humperdinck, sua intensidade fraca faz dele um líder carismático convincente.


INDIEWERE

Enfrentar um papel mais proeminente, Keanu Reeves assume muito maior proeminência no terço final desigual do filme, como um líder espiritual Jim Jones-like psychedelically carregada que tem liderança sobre Comfort a partir de uma caixa de crescimento do gigante onde a cidade se reúne para raves histriônico. De cabelos compridos, bigode e se escondendo atrás de máscaras, Reeves deriva no filme como uma versão de sonho de sua habitual persona cinematográfica introvertido com resultados mistos. Seus monólogos sobre apoiar a cidade (especificamente “a merda onde sai todos os seus pequenos idiotas”) têm uma qualidade que chama a atenção fora de sincronia com os aspectos mais completamente realizadas do cenário embelezado encontrada em outro lugar;  o culto de mulheres grávidas que ele mantém como animais de estimação em seu enclave, que usam camisetas estampadas com o slogan contundente “o sonho está dentro de mim.”


THE GUARDIAN

Comfort, no entanto, é controlado por um líder de seita goofily sinistro, que exorta os habitantes a “seguir o sonho”; ele é interpretado por Keanu Reeves, em excelente forma impassível e parecendo o irmão há muito perdido de Ron Burgundy.


THE FILM STAGE

Este oásis é operado por um líder enigmático chamado Rockwell (interpretado por Keanu Reeves e vestido como se Elvis fosse um dos droogs em A Clockwork Orange ), que – semelhante ao Mad Max ‘s Immortan Joe – mantém o povo de Comfort sedados com drogas enquanto cherry-picking e impregnar todas as mulheres jovens e bonitas.


Ainda não acabou. Fiquem com um clip que mostra uma parte do filme. Nesta parte podemos ver a comunidade de canibais liderada por Jason Mamoa. O filme foi descrito em algumas resenhas como uma crítica a sociedade americana. Mas acredito que podemos tranquilamente abranger “a crítica do filme” para todas as sociedades independente de país. 

por keanubr